Gruppo Luce dell’Anima

Histórico

Em março de 2005, visando à expansão de suas ações culturais, a então Fundação Padre Alberto Casavecchia consolidou a formação de um grupo musical, que já era almejado desde o princípio de suas atividades. Inicialmente, foi denominado ‘Venuti dall’Italia’, assim como o grupo de dança já existente, pois teria como objetivo complementar as apresentações do mesmo.
Aos poucos a idéia foi se concretizando e o número de participantes aumentando. O único pré-requisito era o gosto pela música e cultura italianas. A busca por um trabalho consistente, estruturado e coerente fez com que o grupo só viesse a se apresentar em julho, num jantar com comidas típicas (Sera tra Amici), idealizado pelos próprios membros, que aqui já somavam 21, como forma de demonstrar à família e aos amigos qual era o sentido e o valor de todo o esforço feito até então.

A receptividade dessas pessoas serviu como principal motivação para a realização desse projeto e, em outubro do mesmo ano, ocorreu a apresentação na “VIII Cena tra Amici”, jantar típico realizado pela Fundação Padre Alberto. Neste período, o grupo resolveu modificar o nome por questões de identificação. A escolha foi “Gruppo Luce dell’Anima” (Luz da Alma).
Atualmente, o grupo é composto por 18 vozes, violão, acordeom e pandeiro. A principal proposta é expressar através das músicas folclóricas e contemporâneas a força, a coragem e a alegria do povo italiano que no Brasil chegou e construiu sua vida. Além das músicas, os integrantes também zelam pela manutenção do dialeto vêneto em Colombo.
“A música é a essência da alma vêneta. É através dela que o passado é resgatado e trazido à luz. Somos apenas raios que buscam iluminar a escuridão deixada pelo esquecimento”.